Sedentarismo? Fuja Dele.

Ninguém tem mais dúvida que a obesidade é uma epidemia mundial e que vem causando sérios dados à saúde de uma forma geral. Vários projetos e programas tentam reduzir estes índices. Mas e você, o que anda fazendo para mudar isso?

Se já está agindo... parabéns, mas se a falta de motivação é maior, que tal tentar começar alguma coisa agora. 

Então mãos à obra e mexa-se, pelo menos 30 minutos por dia. Para dar um empurrãozinho na sua decisão, o site da SBEM dá aqui algumas sugestões. A consultoria é do Dr. Márcio Mancini, membro da diretoria do Departamento de Obesidade da SBEM e ex-presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade. O especialista também participou ativamente do Agita São Paulo, um programa de estímulo à atividade física.

Mudança de Hábito

A primeira grande dica é que pequenas mudanças de hábitos fazem a diferença. Segundo dados do Agita São Paulo existe uma redução de 66% no risco de morte por doenças cardiovasculares apenas com a prática de uma atividade moderada.

Vamos lá... não custa nada tentar.

No dia a dia

  • Inicie os exercícios sempre de maneira gradual - não dispense a fase de alongamento, aquecimento e resfriamento.
  • Mantenha um diário de exercícios.
  • Aumente as caminhadas e procure sentir prazer em caminhar.
  • Aumente a atividade no seu dia a dia, utilizando escadas e dispensando o carro sempre que possível.
  • Aumente o ritmo do seu dia a dia, optando por fazer, você mesmo, algumas atividades domésticas como lavar o carro e jardinagem.
  • Leve seu cachorro para passear.
  • Um parceiro, companheiro ou amigo pode auxiliá-lo incentivando atividades, acompanhando-o durante as compras e exercitando-se junto.
  • Se tiver que descer ou subir um andar, use as escadas ao invés do elevador.
  • Dance.
  • Pedale.


Benefícios da Atividade Física

  • Redução da pressão arterial
  • Melhora da resistência insulínica
  • Melhora da força muscular
  • Controle do Peso Corporal
  • Melhora da mobilidade articular
  • Melhora do perfil lipídico
  • Melhora da resistência física
  • Aumento da autoestima
  • Alívio do stress
  • Redução da depressão
  • Manutenção da autonomia
  • Redução do isolamento social
  • Melhora no bem-estar geral


Na fase escolar vários benefícios foram observados:

  • Aumento na frequência às aulas
  • Melhora na relação com os pais
  • Diminuição da deliquência e reincidência
  • Redução nos distúrbios de comportamento

 

Saiba Mais

+ Notícias

18/04Congresso Brasileiro de Obesidade em Recife

O feriado de Tiradentes para os endocrinologistas será de muita atualização ...

12/04Suplementação Alimentar

A SBEM informa que no dia 13 de maio realizará o curso ...

12/0414º Endofeminina

Data: 23 e 24 de junho
Local: Porto Alegre, RS
Informações ...