SBEM Responde: Osteoporose

relogio 17/10/2018 - 14:44 #SBEMResponde

Buscando orientar e esclarecer as dúvidas da população sobre as principais doenças endocrinológicas e metabólicas, a SBEM Nacional elaborou mais um texto do SBEM Responde. A série foi pensada para responder as diversas perguntas da área que a Sociedade recebe por e-mail e pelas suas redes sociais.

O tema escolhido para essa edição é sobre osteoporose, aproveitando a campanha de conscientização da doença, que acontece no dia 20 de outubro.

A consultoria foi da Dra. Carolina Aguiar Moreira, que está à frente do Departamento de Metabolismo Ósseo e Mineral da Sociedade. A médica esclareceu que alguns fatores podem contribuir para o surgimento da osteoporose. 

Mesmo com os cuidados necessários (alimentação rica em cálcio, atividade física etc) ainda assim é possível desenvolver osteoporose no futuro?

A osteoporose é uma doença que se caracteriza pela diminuição da massa óssea e que acomete em sua maioria as mulheres. A mais comum e mais prevalente é a osteoporose do envelhecimento.

A ingestão de cálcio desde a infância e adolescência é importantíssima para formar um tipo bom de massa óssea e prevenir a doença. Mas, só isso não basta. Outros fatores também fazem a diferença como não fumar, praticar atividade física e ter suficiência de vitamina D para ter ossos saudáveis porque assim absorve mais cálcio e fósforo.

Com esse estilo de vida a chance de desenvolver osteoporose então é nula? Não necessariamente. Além dos fatores já citados, o fator genético também é relevante, podendo afetar, inclusive, o indivíduo jovem.

O fator genético é o mais distante, mas ainda assim deve ser levado em consideração. Algumas pessoas podem ter a genética da osteoporose, um histórico da doença na família. Com isso, a predisposição para desenvolvê-la aumenta. As medidas podem ajudar a reduzir o risco, mas é importante ficar atento a todos os fatores.

*Consultoria da Dra. Carolina Aguiar Moreira, presidente do Departamento de Metabolismo Ósseo e Mineral da SBEM.

cbaem 2019
Proendocrino set 2018