Adrenal e Hipertensão

Nota de Esclarecimento sobre Fadiga Adrenal

O diagnóstico de "fadiga adrenal" tem sido alvo de preocupação da SBEM Nacional, em função de recomendação de uso de corticosteroides para tratamento.

O alerta da SBEM se dá pelo fato de que em pacientes onde o organismo não apresenta falta de corticosteroides, o uso pode ser perigoso, trazendo consequências para a saúde.

Na nota de esclarecimento, que pode ser lida na íntegra abaixo no arquivo em PDF, são explicadas as funções das suprarrenais e os alertas sobre essa conduta. 

“Os corticosteroides são usados na Insuficiência Adrenal para repor os corticoides que estão faltando. O uso inadequado de corticosteroides pode estar associado a alguns efeitos adversos (alguns deles extremamente graves), como aumento da pressão arterial sistêmica, ganho de peso, aumento da glicose no sangue, alterações no humor (como depressão e/ou ansiedade), redução na massa óssea (osteoporose), entre outros”, explica a nota da SBEM Nacional.

Além disso, o uso prolongado pode, inclusive, atrapalhar o funcionamento adequado das próprias adrenais em longo prazo. “Se você usa algum corticosteroide (hidrocortisona, prednisona, prednisolona, dexametasona, entre outros), deve haver um diagnóstico que justifique isto,” enfatiza o Dr. Alexandre Hohl, presidente da SBEM.  

FADIGA ADRENAL” não é um diagnóstico médico reconhecido e não justifica a utilização de qualquer tipo de corticoide.Converse com o seu médico sobre o uso de corticosteroides.