Entendendo o Câncer de Tireoide

A maioria das pessoas com câncer de tireoide não têm sintomas. A causa exata do câncer de tireoide não é conhecida, mas as pessoas com certos fatores de risco são mais vulneráveis que outras à doença. Entenda e conheça mais sobre o problema.

O que é o câncer de tireoide?

A glândula tireoide está localizada na parte da frente do pescoço, logo abaixo da laringe (cordas vocais). Ela produz hormônios que regulam o seu metabolismo, que é o processo de como o seu corpo usa e armazena sua energia. O câncer de tireoide ocorre quando tumores, também conhecidos como nódulos, crescem na tireoide.

A maioria dos nódulos (cerca de 90%) são benignos (não-cancerosos), mas aqueles que são cancerosos podem espalhar por todo o corpo e colocar a vida em risco.

Você sabia que ...?

A maioria das pessoas com câncer de tireoide não têm sintomas.

O que causa o câncer de tireoide e quem está em risco?

A causa exata do câncer de tireoide não é conhecida, mas as pessoas com certos fatores de risco são mais vulneráveis que outras à doença.

Esses fatores de risco incluem:

  • tratamentos com radiação para a cabeça, pescoço ou tórax, especialmente na infância ou adolescência
  • história familiar de câncer de tireoide
  • um grande nódulo ou em rápido crescimento
  • idade superior a 40 anos

Ter um fator de risco não significa que você terá câncer de tireoide e algumas pessoas desenvolvem a doença não tem nenhum fator de risco. Ainda assim, ter um nódulo de tireoide com qualquer um desses fatores de risco requer avaliação.

Quais são os diferentes tipos de câncer de tireoide?

Papilífero: é o tipo mais comum e está presente em cerca de 8 de 10 pessoas com câncer de tireoide (80%). Geralmente cresce muito lentamente e muitas vezes se espalha para os gânglios linfáticos no pescoço. Espalhar para os pulmões ou ossos é raro. Atinge as mulheres duas vezes mais frequentemente que os homens, e a idade do paciente típico é de 30 a 50 anos.

Se detectado enquanto o tumor é pequeno (menos de 1 cm) e confinado à glândula tireoide, a taxa de cura é muito alta, perto de 100% em pacientes jovens.

Folicular: é o segundo tipo mais comum (cerca de 10 a 15% dos casos). Raramente se espalha para os linfonodos, mas pode às vezes se espalhar para os pulmões ou ossos. Afeta as mulheres duas vezes frequentemente que os homens ea idade do paciente típico é de 40 a 60 anos. Se for detectado enquanto o tumor é pequeno e confinado à tireoide, a taxa de cura total é alta, quase 95% em pacientes jovens. A taxa de cura diminui ligeiramente em pessoas mais velhas.

Medular: é muito menos comum (cerca de 5% dos casos). Quando não se espalha para além da tireoide, os pacientes têm 90% de chance de sobreviver por 10 anos; chance de 70% quando se espalha para os gânglios linfáticos no pescoço; e chance de 20% quando se espalha para locais distantes (tais como o fígado, ossos ou cérebro). Este tipo de câncer de tireoide pode ocorrer repetidamente em membros de uma mesma família e requer uma avaliação cuidadosa para determinar se outros membros da família estão em risco.

Anaplásico: é a forma menos comum (cerca de 1 a 2% dos casos) e o mais agressivo. É comum retornar após o tratamento e as chances de sobreviver mais de 6 a 12 meses é muito baixa. Afeta mais homens do que mulheres e, em sua maioria, pessoas com mais de 65 anos. É muito raro em pacientes jovens.

Como é diagnosticado o câncer de tireoide?

Normalmente, você pode encontrar um nódulo si mesmo ou seu médico poderá encontrar um nódulo durante um exame de rotina.

A maneira mais confiável de diagnosticar o câncer de tireoide é através da aspiração do nódulo com uma agulha fina. Este procedimento utiliza uma agulha fina que é inserida no nódulo para retirar células ou fluidos do nódulo que serão analisados ao microscópio. Esse teste é muito preciso para identificar nódulos cancerosos ou "suspeitos" e muitas vezes pode identificar o tipo de câncer.

Como é tratado o câncer de tireoide?

O tratamento varia, dependendo do tipo de câncer e se ele se espalhou. As opções de tratamento incluem:

  • Cirurgia. O cirurgião remove parte ou, mais comumente, toda sua glândula tireoide, e nódulos linfáticos anormais. Alguns cirurgiões também removem os linfonodos próximos, mesmo se eles não estiverem visivelmente anormais. Após a cirurgia, você terá que tomar hormônio tireoideano para o resto de sua vida para substituir os hormônios de tiróide você não pode mais produzir.

  • Terapia com iodo radioativo. Esse tratamento consiste em ingerir uma pequena quantidade de iodo radioactivo para destruir o tecido tireoidiano não removido pela cirurgia. O iodo radioativo também pode tratar o câncer de tireoide que se espalhou para os nódulos linfáticos e outras partes do corpo.

  • Radiação externa. Para eliminar as células cancerosas e diminuir os tumores, a radiação é dirigida para os nódulos de uma fonte externa ao corpo. Este tipo de tratamento é menos comum, mas alguns pessoas, especialmente aquelas que têm câncer avançado e não podem fazer cirurgia, podem beneficiar-se de radiação externa.

  • Quimioterapia. É o uso de drogas para eliminar as células cancerosas. A quimioterapia pode ser benéfica para pacientes com tumor anaplásico, mas raramente é utilizada para tratar as outras formas, exceto em estudos clínicos para doença avançada.

O que você deve fazer se achar que tem um nódulo de tireoide?

Se você acha que tem um nódulo de tireoide, consulte um endocrinologista (o especialista em condições relacionadas aos hormônios) para diagnóstico e tratamento.

Em seguida, siga o tratamento recomendado e acompanhe com o seu médico.

Perguntas a serem feitas ao seu médico

  • Que tipo de câncer de tireoide que eu tenho?
  • Qual o tratamento que eu preciso?
  • Quais são os riscos e benefícios de cada uma das minhas opções de tratamento?
  • O que mais eu posso fazer para me manter saudável?
  • Devo ser acompanhado por um endocrinologista?


Fontes de informação

• Encontre um Endocrinologista: www.hormone.org or ou ligue 1-800-HORMONE -(800-467-6663)

• Hormone Health Network information about thyroid disorders:
- www.hormone.org/Thyroid/index.cfm

• National C ancer Institute (National Institutes of Health):
- www.cancer.gov/cancertopics/types/thyroid

• Mayo C linic:
- www.mayoclinic.com/health/thyroid-cancer/DS00492

• Thyroid C ancer Survivors’ Association:
- thyca.org

• American Thyroid Association:
- www.thyroid.org


A Hormone Health Network oferece informações gratuitas e de livre acesso via internet, baseadas no conhecimento clínico e científico mais avançado da The Endocrine Society (www.endo-society.org). O objetivo dessa rede de informações é tornar o paciente educado em engajado e o paciente informado em um pareceiro ativo nos cuidados de sua própria saúde.

Editores
Bryan Haugen, MD
Leonard Wartofsky, MD

March 2010, 3rd Edition

Saiba Mais