Diabetes: Mantendo um Bom Controle

Eventos Médicos

Diabetes: Mantendo um Bom Controle

por site em 15 de abril de 2021


As estatísticas relacionadas ao aparecimento do diabetes no mundo inteiro são alarmantes. Entre as várias ações para que estes números possam ser reduzidos estão a prevenção e a informação. Quanto mais você conhecer sobre o seu diabetes, melhor.

Estão reunidas, aqui, várias dicas sobre a doença, disponíveis no site. O material tem a consultoria do Dr. Sergio Vencio e da Dra. Vivian Ellinger, do Departamento de Diabetes da SBEM .

Aproveite para navegar pelo site e encontrar outras orientações para o seu dia-a-dia.

Nunca se esqueça que o controle do seu diabetes depende dos seguintes fatores:
• Exercícios
• Conhecimento sobre a doença
• Dieta
• Medicação

O que fazer para controlar seu diabetes:

1. Faça sempre uma dieta equilibrada
2. Não abandone jamais a medicação, sem orientação médica.
3. Procure fazer caminhadas e exercícios leves. Isto o deixará mais disposto e o controle do diabetes será melhor.
4. Seja cuidadoso com a higiene corporal diária.
5. Seus pés merecem atenção. Cuide deles com carinho, assim como de seus dentes e olhos.
6. Colabore com seu médico. Siga sempre suas orientações e procure-o, quando necessário.
7. Mesmo que entenda bem sua doença, não tente ser o seu médico. Existem diversos problemas que só podem ser detectados através do exame clínico.
8. O tratamento do diabetes não se resume apenas em controlar as taxas de glicemia.

Algumas regras para o bom funcionamento intestinal:

1. Coma verduras cruas e frutas com bagaço.
2. Beba bastante água, em torno de 2 litros por dia.
3. Mastigue bem os alimentos e não tenha pressa em comer. O garfo vai a boca e descansa no prato até que se termine de mastigar e engolir.
4. Evite alimentos que você já observou que prendem o seu intestino.
5. São considerados obstipantes e por tanto devem ser evitados: banana prata ou maçã, jabuticaba, maçã ou pêra sem casca, água de coco verde.
6. Alimente-se em horas certas.
7. A ginástica também ajuda no bom funcionamento intestinal.
8. Tenha o hábito de ingerir alimentos ricos em fibras.

Os alimentos:

* É possível usar quase todos os temperos: sal, limão, vinagre, cebola, alho, cheiro-verde à vontade
* No caso do óleo, observar a quantidade de 01 colher de café para cada prato e usar somente os de origem vegetal (milho, soja, arroz, girassol). Não usar toucinho ou banha.
* Use frigideira anti-aderente no preparo da carne, evitando-se assim o uso de óleo, ou prepare a carne cozida, grelhada ou assada.
* As sopas são permitidas desde que feitas com as quantidades de carne, legumes e verduras indicadas no almoço e jantar.
* Gelatina diet pode ser usada em qualquer quantidade.

Dicas no Restaurante:

Um fato que ocorre com freqüência com pessoas com restrição alimentar – seja no caso de diabetes, hipertensão ou obesidade – é ter atitudes extremas. Ir ao restaurante de comer de tudo é uma delas.

Aprenda a aproveitar as boas coisas da vida sem se prejudicar. Manter os níveis glicêmicos controlados é uma tarefa difícil e pode necessitar de uma boa dose de força de vontade. Mas não faça disso uma tortura, informe-se e tenha prazer em sair e se divertir. Não concentre suas aspirações e desejos nas coisas que não pode comer.

* No couvert, dê preferência para as saladas ou patês de vegetais, evitando as azeitonas, pães e manteigas.
* Escolha pratos assados, cozidos ou grelhados, evitando molhos espessos e gordurosos.
* Ao solicitar bebidas, opte por refrigerante diet, ou no máximo sucos naturais.
* Na sobremesa, prefira as frutas.
* Dê preferência às carnes magras, como filé mignon, alcatra e maminha, ou carnes brancas, como frango ou peru.
* Para acompanhar, escolha guarnições como arroz branco, mandioca ou batata cozida e salada, muita salada.
* Evite frituras!!!
* Na pizzaria satisfaça-se com dois pedaços de pizza, de preferência com cobertura de queijo branco ou ricota, mussarela de búfala, escarola, brócolis e agrião.
* Cuidado com recheios gordurosos (manteiga).
* Prefira as massas sem recheio, como espaguete, talharim, rigatoni, fusili e penne.
* Peça um molho de tomates simples (ao sugo) ou um molho à primavera (à base de vegetais).

Viagens:

Planejar uma viagem pode evitar atropelos. Para quem tem diabetes, uma tranqüilidade a mais, evitando desconfortos desnecessários.

* Procure se informar se existe refeição especial no seu meio de transporte (diversas companhias aéreas dispõem desse serviço, bastando solicitar com 24 horas de antecedência).
* Se sua hospedagem oferece algum serviço médico ou alimentação especial.
* Procure nos sites especializados por alterações de temperatura que poderão ocorrer e se previna.
* Se utilizar insulina não esqueça do armazenamento e transporte adequados.
* Procure saber antes se no seu local de estadia existe alguma loja especializada em produtos para pessoas com diabetes.
* Ande sempre com um cartão de identificação ou com números de telefone para serem acionados em caso de desconfortos e acidentes.
* Se for viajar para outro país mantenha um cartão de identificação na língua local.
* Priorize sua alimentação, evitando hipoglicemias.
* Planeje com seu médico um esquema de insulina, para que seu passeio não fique limitado.

Se houver possibilidade financeira, use o glicosímetro diariamente.