Andropausa - é um novo fenômeno?

relogio 29/07/2009 - 10:59

Sim e não. De fato, a andropausa foi primeiramente descrita na literatura médica nos anos 40. Assim, realmente não é novo. Mas a nossa capacidade de diagnosticar adequadamente é nova. Testes sensíveis para testosterona biodisponível não eram disponíveis até há pouco tempo. A andropausa atravessou um longo período em que era subdiagnósticada e subtratada.

Agora que os homens vivem mais tempo, há interesse intensificado na andropausa. Este fato vai ajudar a progredir a nossa atitude com esta importante fase da vida, que já foi identificada há muitos anos.

Competência Diagnóstica Aumentada

Outra razão pela qual a andropausa foi subdiagnosticada por anos é que os sintomas podem ser vagos e podem variar bastante entre indivíduos. Alguns homens acham difícil aceitar que há algum problema. Além disso, frequntemente os médicos não pensam em níveis baixos de testosterona como possível causa. Assim, estes fatores frequetemente levaram médicos a concluir que os sintomas eram ligados a outras condições, como depressão, ou simplesmente ligados ao envelhecimento - freqüentemente estimulando os pacientes a aceitar que não eram mais "jovenzinhos".

Esta situação está mudando. Novos métodos de dosagem de testosterona vão surgindo e há um crescente interesse no envelhecimento masculino entre pesquisadores médicos.