Webmeeting: Resistência Insulínica e Dislipidemia na Infância

relogio 14/03/2012 - 13:52 Dislipidemia e Aterosclerose

No dia 20 de março, aconteceu mais um webmeeting da SBEM, projeto que tem como objetivo promover a Educação Médica Continuada. Nessa edição, os médicos Osmar Monte e Cristiane Kochi abordaram o tema “Resistência Insulínica e Dislipidemia na Infância”.

Dando início as apresentações, a Dra. Cristiane apresentou uma analise sobre os critérios dos diagnósticos relacionados à resistência insulínica na infância. Nos slides, ela mostrou dados sobre o aumento da prevalência da obesidade nos últimos 30 anos, no Brasil e no exterior. Além disso, ela expôs os números do aumento progressivo de peso e sobrepeso em crianças e adolescentes entre cinco e nove anos de idade, em ambos os sexos. Segundo a médica, esse fator está diretamente ligado ao excesso de peso na fase adulta, já que 80% das crianças que apresentam obesidade entre 10 e 15 anos se tornam adultos obesos, e 25% dos adultos obesos tiveram o inicio do distúrbio na faixa etária pediátrica.

“O aumento da obesidade vem associada ao surgimento de outras doenças, como o diabetes, a hipertensão arterial e a dislipidemia. O conjunto delas forma a Síndrome Metabólica, que, a longo prazo, pode causar doenças cardiovasculares e, a curto prazo, diabetes, disfunções hepáticas, síndrome do ovário policístico e apneia”, complementa a especialista.

No final da apresentação ela fez uma análise sobre um consenso a respeito da resistência insulínica, que foi publicado em 2010, que deixou claro que ainda existem dificuldades para fazer um diagnóstico na faixa etária pediátrica sobre esse tipo de síndrome.

Dando sequência à videoconferência, o Dr. Osmar Monte falou sobre o conceito da aterosclerose, que deve ser encarada como uma doença crônica, genética, evolutiva e degenerativa. Ele apresentou números para ilustrar a importância de detectar a dislipidemia na infância, mediante os riscos da ocorrência de doença arterial coronariana, que podem se agravar de acordo com o aumento do colesterol total.

Ele também apresentou desenhos esquemáticos que mostram a formação e a evolução da Placa Ateromatosa, e também estudos que evidenciam que a dislipidemia e a aterosclerose estão intimamente ligadas e variam de acordo com a raça e o sexo. Segundo o especialista, fatores genéticos também podem aumentar as chances de doença arterial coronariana e obesidade na infância.

A apresentação completa da videoconferência pode ser assistida na íntegra acessando a Área Cientifica.

ATENÇÃO: Após participação no webmeeting, associados podem receber um ponto para a revalidação do título de especialista. Para isso é necessário responder um questionário sobre o tema apresentado. 

IMPORTANTE: O questionário das aulas de ficam disponíveis no site, para pontuação, pelo prazo de 6 meses.

cbaem 2019
Pro Endocrino abril 2019