Vacinação H1N1: Novo Prazo

relogio 29/04/2010 - 17:58

Até o dia 7 de maio, gestantes, pessoas com doenças crônicas, crianças de seis meses a dois anos e jovens de 20 a 29 anos de idade podem se vacinar contra o vírus H1N1. A data limite de vacinação se encerraria no dia 23 de abril, mas foi prorrogada pelo Ministério da Saúde. A população de 30 a 39 anos ainda não pode se vacinar.

Até o momento, cerca de 36,9 milhões de pessoas já receberam a dose da vacina. A expactativa é que, até o final da campanha, 80% da população incluída nos públicos-alvo seja imunizada, ou seja, 90 milhões de pessoas.

Somente idosos com doenças crônicas serão vacinados contra a nova gripe. Os outros receberão apenas a vacina contra a gripe comum, disponível, por enqunato, apenas nas Regiões Norte e Sul.
 
De acordo com dados do Ministério, em 2009, cerca de 2 mil pessoas morreram vítimas da nova gripe. Cerca de 75% das mortes aconteceram em pessoas com doenças crônicas. Entre as gestantes, o índice de letalidade foi 50% maior que na população em geral. Entre os mortos, cerca de 20% eram adultos de 20 a 29 anos. E as crianças menores de dois anos tiveram a maior taxa de incidência da doença, com 154 casos por 100 mil habitantes.

Em janeiro, entidades médicas, entre elas a SBEM, se reuniram com o Ministro da Saúde, José Gomes Temporão, para analisarem e opinarem sobre as prioridades de vacinação. No caso da Endocrinologia, a SBEM conseguiu incluir, na estratégia de imunização, as pessoas com diabetes tipo 2, e não apenas diabetes tipo 1, como previa a estratégia inicial.