Tratamento para Complicações do Diabetes

relogio 21/11/2019 - 16:52 Diabetes

O EDM é uma das principais causas de perda da visão em pessoas com diabetes tipo 1 e 2 mal controlado e longo tempo de duração da doença. Para tratar a EM, e a evolução para a perda da visão, o Ministério da Saúde aprovou a oferta do medicamento, que é uma injeção aplicada no olho para bloquear a proliferação dos vasos sanguíneos da retina, que levam ao agravamento da doença.

Segundo o informe do Ministério da Saúde, a decisão foi publicada por meio da portaria nº 50, de 5 de novembro de 2019, no Diário Oficial da União (DOU) e o medicamento estará disponível à população em 180 dias, a partir da data da publicação da portaria.

A SBEM participou da Consulta Pública em conjunto com a Sociedade Brasileira de Diabetes. As duas Sociedades Científicas assinaram o documento.

Edema Macular Diabético

O Edema Macular Diabético (EMD) é consequência da retinopatia diabética (RD), que é uma das complicações crônicas do diabetes, atingindo a região da mácula, parte do olho responsável por levar a imagem ao cérebro.

Infelizmente a doença não tem cura, por isso o tratamento preventivo é tão importante.

De acordo com as informações do SUS, medicamentos já estão disponíveis para a população, tais como antiflamatórios e diuréticos, que podem ajudar na redução do inchaço da mácula ocular, corticoides.

Para evitar essa e outras complicações é fundamental que o diabetes tenha um controle adequado, com a adoção de uma alimentação saudável, uso de hipoglicemiantes, insulina ou com uma combinação destes tratamentos, prescritos pelo endocrinologista.

Com foi divulgado pelo VIGITEL (Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico 2018), o número de brasileiros com diagnóstico médico de diabetes cresceu 40% entre 2006 e 2018, passando de 5,5% para 7,7% da população das capitais brasileiras. O aumento é maior entre os homens (54,3%), na faixa etária de 55 a 64 anos (24,6%).

Atenção aos Sinais

A visão sofre das consequências graves quando não há o controle do diabetes. Entre os problemas decorrentes estão o glaucoma, a catarata e a retinopatia diabética e o edema macular diabético. 

O EMD não tem sintomas claros a não ser quando a doença já está em estágio avançado.  Fique atento se sua visão apresenta deformidade de imagens, sensibilidade ao contraste, fotofobia, mudança na visualização das cores e alterações no campo de visão.

Se você tem diabetes e está percebendo que sua visão está ficando borrada, especialmente na parte central, procure um médico.

EMBE 2019
Universidade online SBEM