SOS Rio: Orientações

relogio 28/01/2011 - 14:18

Nesse período de reestruturação após as enchentes na Região Serrana, fizemos uma seleção de cuidados básicos que se devem ter ao consumir alimentos e água. Confira:

Todos os cuidados são essenciais para não colocar em risco a saúde e a vida das pessoas. A seleção dos alimentos é fundamental para que toda a higienização seja feita antes de ingerí-lo.

Nessa situação de enchentes, deve-se dar preferência aos alimentos não-perecíveis e evitar legumes, verduras e carnes. Os alimentos que estiverem com cheiro, cor e aspecto fora do normal devem ser descartados. Os que, de alguma forma, estão danificados, não devem ser consumidos; os que estão em embalagens lacradas, mas que tiveram contato com a água imprópria, devem ser jogados fora. O mesmo vale para latas amassadas, enferrujadas ou semi-abertas. Os únicos alimentos que podem ser consumidos e estavam em contato com a enchente são os industrializados, os quais as embalagens sejam de vidro, lata, lacrados e em perfeitas condições.

Se não houver como refrigerar os alimentos, prepare somente o que for consumido nas próximas duas horas. Frutas, legumes e verduras que estiveram em contato com a água da enchente não devem ser ingeridos. E para finalizar, para cozinhar os alimentos, devem-se esterilizar os recipientes onde tudo vai ser preparado e usar água limpa pronta para consumo.

Na questão da água, existem métodos simples e caseiros de purificá-las que a deixam livre de bactérias, vírus e parasitas que causam doenças. A melhor maneira de limpar a água e torná-la própria para o consumo é filtrá-la e depois fervê-la. Para filtrar basta um filtro doméstico, um coador de papel ou um pano limpo. A limpeza da caixa d’água também é importante para garantir que a água a ser consumida esteja potável.

Fonte: Ministério da Saúde