Pílulas Mortais

relogio 23/09/2019 - 20:34 Cuidados com a Saúde

No fim da semana passada (dias 19, 20 e 21 de setembro) foi ao ar uma série de reportagens da rede Globo – Pílulas Mortais - veiculada no NSC Notícias, programa da afiliada da emissora em Santa Catarina. A reportagem apurou a venda de produtos irregulares, na internet, para emagrecimento, definidos como fitoterápicos, mas que, na realidade, continham medicamentos na composição.

Foi uma reportagem investigativa que durou cinco meses a partir da morte de uma paciente de 27 anos em Santa Catarina. O caso estava sendo investigado pela polícia por ter despertado suspeitas no legista.

A equipe de jornalistas fez contato com os grupos em redes sociais e comprou os produtos, que foram entregues lacrados à polícia. A perícia fez uma avaliação cuidadosa para entender a composição. Segundo a reportagem, um deles foi o que provavelmente matou a mulher em abril, quando começaram as investigações.

Todos tinham medicamentos na composição, dentre eles anfetamina, sibutramina, fluoxetina e diazepan. A venda acontece livremente pela internet.

O Dr. Alexandre Hohl, membro da Comissão de Comunicação Social da SBEM e ex-presidente da Nacional, foi um dos consultores científicos da reportagem. Em uma das matérias publicadas ele alerta: “Se você conhece alguém que usa isso, diga ‘pare’!”

Alexandre Hohl

Segundo a reportagem o “serviço” está chegando a Portugal e a SBEM está fazendo contato com o presidente da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo, Dr. Davide Carvalho, para medidas possam ser tomadas.

Vejam os links das reportagens.

EMBE 2019
Pro Endocrino setembro 2019