SBEM-MG Debate Endocrinologia do Idoso

relogio 04/09/2008 - 11:00

No dia 30 de agosto, 56 endocrinologistas compareceram à reunião científica da SBEM Regional Minas Gerais. Com o tema Endocrinologia do Idoso, a reunião foi coordenada pelo Dr. Victor Coronho, ex-professor de endocrinologia da FM-UFMG. Na ocasião, o Dr. Rosalvo Reis, presidente da Regional, homenageou o Dr. Caio Benjamin Dias (pai do colega Eduardo Pimentel Dias), que foi professor da FM-UFMG e um dos fundadores da SBEM-MG, pela comemoração dos seus 95 anos.

O Dr. Pedro Weslley, diretor científico da SBEM-MG e coordenador dos setores de câncer da tireóide e neuroendocrinologia da Santa Casa de Belo Horizonte, abordou as implicações práticas e peculiaridades na interpretação do TSH nos pacientes idosos.

Segundo o Dr. Rosalvo, “da sua palestra ficou o consenso de que realmente há uma diferença entre o TSH do jovem e do adulto, podendo ser mais tolerante com estes últimos, aceitando uma faixa de até 6 para pacientes com mais de 60 anos e que só deveremos tratar TSH acima de 10”.

Dando continuidade ao evento, a Dra. Maria Marta Sarquis, do Serviço de Endocrinologia do Hospital Felício Rocho, abordou a vitamina D e suas repercussões extra-esqueléticas, mostrando as diferenças entre a 25(OH) Vitamina D e a 1-25(OH) Vitamina D, tanto nas suas características laboratoriais quanto nas suas indicações de tratamento.

A Dra. Adriana Bosco, coordenadora dos setores de DM-2 e crescimento e desenvolvimento da Santa Casa de Belo Horizonte, mostrou a importância do controle glicêmico, lipídico e da pressão arterial em idosos com diabetes. A especialista sugere que, nestes casos, haja uma tolerância e que a pressão arterial elevada numa consulta deva ser reavaliada através de MAPA.

A necessidade da investigação da deficiência de hormônios de crescimento (GH) em pacientes idosos pós-trauma cerebral foi apresentada pela Dra. Suelem Simão Mol, do serviço de endocrinologia do Hospital MaterDei. A especialista mostrou quais seriam os melhores testes diagnósticos, os respectivos pontos de corte e o tempo após o trauma que esta alteração deveria ser estudada.

Para finalizar, o Dr. Paulo Dias do Nascimento, chefe da Clínica de Endocrinologia do Hospital MaterDei, abordou a andropausa e a menopausa, com base em estudos sobre a terapia de reposição hormonal.

O presidente da SBEM-MG agradeceu, em nome da diretoria 2007/2008, o apoio dos associados no comparecimento das reuniões e convidou a todos para os próximos eventos da região: 1º Endocrinologia da Criança e II Congresso Mineiro de Atualização em Endocrinologia e Metabologia (CONGREMAEM). Sua expectativa é de que a freqüência seja cada vez maior. Na ocasião, ele lembrou a todos da necessidade de surgir uma ou mais chapas para as eleições visando o biênio 2009/2010.