SBEM Cria Comissão de Defesa de Assuntos Profissionais

Notícias

SBEM Cria Comissão de Defesa de Assuntos Profissionais

por site em 15 de abril de 2021


Em virtude das inúmeras demandas externas, principalmente no que se refere à tentativa de prática da especialidade de Endocrinologia e Metabologia por profissionais de saúde, notadamente não médicos, a Diretoria criou recentemente a Comissão de Defesa de Assuntos Profissionais.

Os membros indicados para a Comissão são: Dr. Neuton Dornelas Gomes (DF), Dr. Jued Tuma (GO), Dr. Fábio Ferreira de Moura (PE) e Dr. Evandro Portes (SP). A principal função é ser interlocutora da SBEM, com as instituições médicas e também com o Poder Público (Legislativo, Executivo e Judiciário), em suas várias instâncias, com a finalidade de defender a especialidade e buscar o cumprimento dos objetivos comuns da Medicina. Também será a representante junto ao Instituto Brasil de Medicina (IBDM), ao qual a SBEM se filiou recentemente.

Como detalhou o Dr. Fábio Trujilho, presidente da nacional, já existe no âmbito da Sociedade a Comissão de Ética e Defesa Profissional. No entanto, esta, por força do Estatuto, somente pode atuar em assuntos ligados diretamente ao associado SBEM, o que não tem sido o caso da imensa maioria das demandas atuais.

As Duas Comissões

O trabalho será feito em conjunto com a Comissão de Ética, que recebe todas as questões que se referirem a alguma possível infração de associados da SBEM, que sempre foi a sua missão estatutária. O Dr. Neuton Dornelas, membro da Comissão e da Diretoria da Nacional (inclusive na gestão 2019/2020) explica que a Comissão estava sobrecarregada por demandas externas que efetivamente não lhes diziam respeito. “Isso precisa ficar muito claro: as duas Comissões vão se completar e, portanto, atuarão juntas e respeitando os seus campos de atuação. Sempre que surgirem assuntos comuns, ambas opinarão”, explicou.

O Dr. Neuton vê como extremamente importante a criação dessa nova Comissão, tendo em vista o momento atual da Medicina brasileira. Ele enfatiza que diversas especialidades estão sofrendo ameaças de invasão de sua prática por profissionais não médicos. “Mas também é preciso ficar claro que a CDAP também encaminhará diversas ações de interesse profissional e, portanto, não estará restrita apenas aos assuntos que afetem o campo da ética”, enfatizou.

Fluxo de Informação

Sobre o fluxo de informação, o endocrinologista explica que todas as demandas que chegarem pelo e-mail cdap@endocrino.org.br serão avaliadas pelos membros da CDAP, visando dar o fluxo adequado na maior brevidade possível, bem como acompanhar o andamento das questões. “A constituição da CDAP inclui um dos Diretores exatamente para que esta trabalhe em consonância com a Diretoria da SBEM,já que a Comissão representará a interface de nossa Sociedade com outras Instituições”.