O Uso Inadquado de hCG no Emagrecimento

relogio 14/09/2016 - 11:10 Notícias

O Jornal da Record está fazendo uma série de reportagens sobre o emagrecimento e na última terça-feira foi ao ar o segundo episódio. O assunto discutido foi o uso inadequado de hormônios por alguns médicos para ajudar na perda peso.

Um dos entrevistados do segundo episódio da "Emagrecer com Saúde" foi o presidente da SBEM, Dr. Alexandre Hohl. O endocrinologista comentou sobre sobre os riscos da utilização do hCG para quem deseja fazer dieta e alertou que o médico não deve receitar a substância para a perda de peso. "Médicos que fazem esta indicação por terem 'boa experiência' estão fazendo má prática médica à luz do conhecimento atual".

O presidente da entidade ainda explica que a especialidade que lida com esses casos é a Endocrinologia e fala sobre as orientações na bula do hCG. "A especialidade médica que diariamente lida com doenças que apresentam deficiências ou excessos de hormônios chama-se Endocrinologia e Metabologia. N

o caso da bula do hCG, existem as seguintes orientações:

  1. O hCG não apresenta efeito comprovado sobre a mobilização de gorduras, o apetite ou sensação de fome, ou sobre a distribuição da gordura no organismo.
  2. Pacientes com fatores de risco conhecido para eventos tromboembólicos, tais como histórico pessoal ou familiar, obesidade severa (Índice de Massa Corpórea superior a 30 Kg/m2) ou trombofilia podem sofrer um aumento do risco de eventos tromboembólicos arterial ou venoso, durante o tratamento com as gonadotropinas".

reportagem no R7 com Dr Alexandre hohl

É importante lembrar que a SBEM discute aplamente sobre o assunto há muito tempo e vem alertando a população sobre os problema. 

 

cbaem 2019
Proendocrino set 2018