Posicionamento

relogio 08/07/2009 - 13:15 Informações Científicas

A SBEM divulga o posicionamento oficial do Departamento de Diabetes sobre os recentes artigos relacionando a insulina glargina e o câncer. O objetivo do documento é tranquilizar especialistas e a população, explicando que as pesquisas ainda são consideradas inconclusivas. O documento é assinado pelo presidente do Departamento, Dr. Saulo Cavalcanti.

Posicionamento do Departamento de Diabetes Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia

Insulina Glargina: Artigos Relacionando com Câncer


Houve, nos últimos dois anos, uma sucessão de artigos publicados abrangendo vários tópicos sobre diabetes, tendo conclusões questionáveis, quando analisados baseados em ciência. Estas publicações podem levar a comunidade científica e os próprios pacientes a conflitos, trazendo, portanto, mais problemas que benefícios.

No dia 26 de Junho a Diabetologia, jornal da European Association for Study of Diabetes, publicou quatro artigos, onde examinam a possível relação da insulina glargina com câncer.

Os dados mostrados nestas publicações são inconclusivos, além dos próprios autores enfatizarem as limitações dos estudos.

O Departamento de Diabetes da SBEM , baseado nos dados científicos que existem até o momento, pensa que não há evidência científica suficiente para se acreditar no efeito deletério da insulina glargina, causando câncer e não recomenda sua suspensão; acha ainda que os benefícios advindos do melhor controle glicêmico são maiores que os potenciais riscos. A entidade aguarda futuros estudos prospectivos de intervenção.

Belo Horizonte, 04 de Julho de 2009.

Dr. Saulo Cavalcanti da Silva

Presidente do Departamento de Diabetes
Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia

 

cbaem 2019
Proendocrino set 2018