“Óleo de Coco É Veneno Puro”

relogio 24/08/2018 - 14:25 Notícias

Durante essa semana, diversas reportagens foram veiculadas na grande imprensa, tanto em sites quanto impressos, mencionando a recente pesquisa desenvolvida em Harvard, onde a pesquisadora afirma que o óleo de coco é mais perigoso por conter quase, exclusivamente, ácidos graxos saturados.

O vídeo no Youtube da Universidade, com as explicações e colocações da epidemiologista Karin Michel, já está chegando a 1 milhão de views. O conteúdo é de uma palestra “Óleo de Coco e outros Erros Nutricionais”, realizada na Universidade de Freiburg, Alemanha. A repercussão aconteceu a nível mundial, onde o vídeo foi traduzido do alemão e citações em veículos como o The New York Times.

A SBEM vem trabalhando há algum tempo nos esclarecimentos destas questões, tanto em divulgação no site da entidade quanto nas redes sociais. O posicionamento foi publicado em 1 de setembro de 2015, na gestão do Dr. Alexandre Hohl, e foi um dos mais compartilhados e atacados na fanpage.

“O documento foi assinado por mim e pela Dra. Cintia Cercato, então presidente da ABESO (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica), com uma abordagem direta nas suas afirmações e não tinha a intenção de ser polêmico. Entretanto, num mundo atual de ‘blogueiros cientistas’, ’terroristas nutricionais’ e ‘pseudo médicos’, todos opinaram como quiseram”, relatou o Dr. Alexandre, atual vice-presidente da SBEM.

Passados quase três anos, cientistas da Harvard corroboram a mesma direção do posicionamento feito pela Sociedade.

Esta semana, foram dezenas de reportagens, onde os jornalistas reeditaram o posicionamento, com levantamento de mais dados. É SBEM como fonte de referência segura às informações.

Vejam alguns dos veículos que repercutiram a matéria e os números da postagem realizada na Fanpage da SBEM.

 

Citações na Imprensa