Mortes por Diabetes

relogio 28/06/2013 - 15:36 Notícias

Um levantamento de dados divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo mostra que, em média, uma pessoa morre a cada hora no estado de São Paulo por complicações do diabetes. De acordo com a entidade, em 2012, mais de 21 mil pessoas foram internadas pelo SUS por causa da doença. Foram registradas 9.562 mortes por diabetes em 2012 (5% a menos do que em 2011).

Por se tratar de uma doença silenciosa, que passa anos sem manifestar sintomas, muitas pessoas têm diabetes e não sabem. Por isso, é importante realizar exames regulares. A frequência é determinada por um médico, que leva em conta fatores como resultados de outros exames clínicos, condições de saúde, incidência de diabetes na família. Além disso, o diabetes tipo 2 pode ser prevenido com a prática de atividades físicas, alimentação saudável e controle do estresse.

“Muitas pessoas vivem de três a cinco anos sem saber que possuem a doença”, alerta Dra. Renata Faco Amoedo Coelho, endocrinologista do AME (Ambulatório Médico de Especialidades) “Dr. Luiz Roberto Barradas Barata”, unidade da Secretaria localizada no bairro de Heliópolis, zona sul da capital paulista.

O diabetes tem tratamento e o paciente pode levar uma vida produtiva, sem redução da expectativa de vida. Se não for tratado, pode levar a complicações, como perda de visão, mau funcionamento dos rins e do fígado, problemas cardíacos, neuropatia e alterações vasculares que podem levar até mesmo à amputação, principalmente dos membros inferiores.

 

Leia Mais:

cbaem 2019
Pro Endocrino abril 2019