Inibidores de Apetite

relogio 05/04/2011 - 09:04

A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia participou, nesta terça-feira, 5 de abril, de mais uma etapa de discussão sobre o banimento de medicamentos anorexígenos proposto pela Anvisa. Desta vez, a Audiência Pública foi realizada na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados, em Brasília. A SBEM e a Associação Médica Brasileira foram representadas pelo Dr. Ricardo Meirelles.

O debate foi proposto pelas deputadas Alice Portugal e Jô Moraes e tem como objetivo divulgar as posições das entidades. Enquanto a Anvisa defende da retirada dos anorexígenos do mercado brasileiro,  a AMB e a SBEM são favoráveis ao uso dos medicamentos. A Anfarmag, que também participa da Audiência, também é contra o cancelamento da venda dos emagrecedores.

A primeira Audiência Pública sobre o tema foi realizada no final de fevereiro, no Auditório da Anvisa.  Nela, endocrinologistas defenderam o não banimento dos medicamentos, alegando que os benefícios dos anorexígenos ultrapassam seus riscos e que sua eficácia, embora baixa segundo argumentos da Anvisa, é suficiente, já que uma perda pequena de peso já é suficiente para uma diminuição do risco de desenvolvimento de outras doenças, como diabetes, problemas cardiovasculares e hipertensão.

Outro ponto levantado pelos endocrinologistas, foi relacionado aos erros de interpretação dos estudos. De acordo com o Dr. Ricardo Meirelles, existe uma diferença entre os resultados de estudos e a prática clinica. “Em pesquisas, são ministrados determinados medicamentos, por um tempo, e alguns reagem e outros não. Na prática clínica, se uma pessoa não corresponder ao medicamento, nós mudamos o método”, explica. “Não temos que ver risco e benefício apenas em termos populacionais, mas sim risco e benefício em termos individuais numa prescrição bem feita”, completa.

A Audiência Pública na Câmara dos Deputados poderá ser acompanhada, em tempo real, através do Twitter e Facebook da SBEM.