Excesso de Peso em Jovens

relogio 28/11/2012 - 16:23 Notícias

Dados divulgados nesta quarta feira, dia 28 de novembro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), indicam que crianças e adolescentes brasileiros apresentam índices mais altos de excesso de peso do que déficit de massa corporal. O estudo, intitulado de Síntese de Indicadores Sociais 2012, afirma que 33,5% das crianças de 5 a 9 anos estão com sobrepeso e apenas 4,1% estão na faixa de déficit.

O resultado da análise foi alcançado por meio da reunião de dados oriundos de outros levantamentos feitos anteriormente pelo Instituto, como a última Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF), realizada em 2008 e 2009, e a Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (Pense).

Segundo o IBGE, os números sobre excesso de peso são preocupantes, já que, entre os jovens com idade entre 10 e 19 anos, 20,5% deles apresentam sobrepeso, enquanto que, na faixa da magreza excessiva, apenas 3,4% dos adolescentes estão presentes.

A obesidade em crianças entre 5 e 9 anos ficou em destaque no estudo. Entre os meninos 16,6% foram considerados com sobrepeso, contra 11,8% entra as meninas.

A Pense, que foi usado como uma das fontes para o relatório recém-divulgado, avalia o estado nutricional dos estudantes de todas as capitais brasileiras, segundo informa o IBGE. Ela apontou que 16% dos jovens no 9º ano do ensino fundamental estavam com sobrepeso quando o estudo foi realizado em 2009. Na mesma época, o déficit de massa corporal atingia apenas 2,9% destes jovens. Outros 7,2% estavam obesos.

Apesar de as amostras analisadas serem distintas, o Instituto afirma que nesse novo levantamento os dados da Pense são coerentes com os captados para o grupo de 10 a 19 anos de idade, investigado na POF 2008-2009.

Levantamento por Região

O levantamento constatou que os estudantes do 9º ano do ensino fundamental com maior índice de sobrepeso estão em Porto Alegre, apresentando uma porcentagem de 20,1%, seguido do Rio de Janeiro, com 18,3%, e Florianópolis, com 17,2%.

Já as crianças na faixa etária entre 5 a 9 anos, analisadas na POF, os maiores índices de excesso de peso estão nas regiões Sudeste (39,7%), Centro-Oeste (37,9%) e Sul (36,3%). Um cenário bem parecido acontece entre jovens com a faixa etária entre 10 e 19 anos, onde o sobrepeso é maior, nas regiões Sul (26,9%), Sudeste (24,4%) e Centro-Oeste (23,9%).

Pro Endocrino setembro 2019
Universidade online SBEM