Endocrinologia Brasileira de Luto

relogio 01/05/2020 - 13:55 Covid-19

Faleceu nesta manhã (01.05), o Dr. Maurício Barbosa Lima de um infarto do miocárdio, ao ser entubado por falta de ar decorrente de Covid-19.

O Dr. Maurício foi um grande endocrinologista brasileiro e ex-diretor do IEDE (Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia do Rio de Janeiro). Foi professor de centenas de especialistas, como do atual presidente da SBEM Nacional, Dr. Rodrigo Moreira, e recentes ex-presidentes como o Dr. Fábio Trujilho e Dr. Alexandre Hohl.

“Sempre teve uma enorme visão crítica e um amplo conhecimento da Endocrinologia; torcedor apaixonado pelo Fluminense e meu grande companheiro de discussões de futebol”, contou – com muita tristeza - o presidente da SBEM, Dr. Rodrigo.

Dr. Ricardo Meirelles, diretor do IEDE e presidente da Comissão de Comunicação da SBEM, comentou que era o médico mais antigo do IEDE, do qual se aposentou, “mas continuava frequentando e contribuindo com seu bom-senso clínico e experiência. Notabilizou-se por atividades voltadas para a Tiroide e Metabolismo do Cálcio. Era conhecido por seu senso crítico muito apurado, com conhecimento ímpar de toda a Endocrinologia”.

“O Maurício certamente foi um dos principais médicos na minha formação em Endocrinologia e Metabologia. Minha primeira apresentação, na sessão clínica do IEDE, foi com um caso de carcinoma medular de tireoide, orientado por ele. Raciocínio clínico ímpar, ótima didática como professor, excelente relação médico-paciente. Um amigo de conversa fácil e agradável”, relatou muito emocionado, o Dr. Alexandre Hohl, ex-presidente da SBEM.

“Com tristeza e um enorme sentimento de perda, lamento a morte abrupta do querido professor e amigo ‘Dr. Mauricio’, como eu o chamava desde a época em que fui seu aluno no IEDE, pela referência marcante na minha formação. Professor exemplar, daqueles que geram forte admiração por conhecimento, didática, comprometimento e postura ética e humana. A nossa família IEDE está triste hoje, assim como a Endocrinologia brasileira, mas seu exemplo e ensinamentos permanecem”, Dr. Fábio Trujilho, ex-presidente da SBEM Nacional.

A Regional Rio de Janeiro também manifestou a dor de toda a endocrinologia do estado. “Médico endocrinologista, um dos principais representantes da Endocrinologia em nosso país, Maurício dedicou sua vida à medicina, ao cuidado integral dos pacientes, principalmente do sistema público, onde atuou longos anos no Hospital Federal da Lagoa e no IEDE, onde chegou a ser diretor geral.  Foi responsável pela formação de uma grande parcela de endocrinologistas no Rio de Janeiro e no Brasil. Seus colegas e alunos lembrarão do grande mestre Mauricio como uma pessoa que priorizava a ética, humildade, simplicidade, generosidade e busca constante pelo conhecimento. Ficamos hoje órfãos deste grande pai da Endocrinologia e também amigo de muitos. Prestamos aqui também os sentimentos à família e sua companheira de tantos anos e também endocrinologista, Veronica Brito Alves."

A presidente da Regional Bahia, Dra. Alcina Vinhaes, compartilhou a mensagem de pesar e que a Endocrinologia Brasileira está de luto. “As Regionais compartilham com a dor da grande perda. Foi um formador de endócrinos de várias gerações, amigo, competente, sempre disponível e humilde. O Céu recebe uma Estrela.”

O Dr. Miguel Madeira, presidente do Departamento de Metabolismo Ósseo e Mineral da SBEM, Dr. Miguel Madeira, foi também um dos alunos do Dr. Maurício. "Sempre foi e será uma referência na Endocrinologia. Querido por todos, um dos pioneiros e grande incentivador do Osteometabolismo na Endocrinologia. Pessoalmente, ficarão a saudade dos ensinamentos e dos abraços carinhosos. A admiração, o carinho e os sentimentos para ele e toda família do seu amigo e ex-aluno e de todo Departamento de Metabolismo Ósseo e Mineral da SBEM.”

Que a família tenha força nesse momento de perda abrupta e dor.

Pro Endocrino setembro 2019
COVID 19