Diabetes 2011 - A Dor é uma Dádiva

relogio 20/10/2011 - 11:36 Notícias

A primeira conferência do XVIII Congresso Brasileiro de Diabetes foi feita logo após a cerimônia de abertura. Dr. Andrew Boulton, médico britânico, atual presidente da EASD (European Association for the Study of Diabetes) e um dos maiores especialistas em complicações do diabetes do mundo.

Dr. Andrew palestrou sobre neuropatia e pé diabético. Ele citou uma frase do Dr. Paul Brand, que dizia que “a dor é uma dádiva, pois é um aviso de que há algo errado”.  O especialista afirmou que, além de se manter o diabetes bem controlado, é preciso que tanto o médico, quanto o paciente, fiquem atentos aos pés. Os pacientes com neuropatia periférica devem ter uma atenção ainda maior, pois perdem a capacidade de sentir dor.

O médico orientou os profissionais de saúde para que deem orientações aos pacientes, como: não andar descalço; dar preferência a sapatos confortáveis e conferir o interior antes de calçá-los; examinar os pés e comunicar o aparecimento de ulcerações.

O especialista também ressaltou a importância de se examinar sempre os pés dos pacientes e testar a sensibilidade. Ele apresentou uma série de exames e equipamentos que podem ser usados para esse fim, como vibratip, monofilamentos, sensores adesivos, monitoração de temperatura. Na falta de recursos, o toque simples no pé do paciente é uma alternativa barata e bastante eficiente, na opinião de Dr. Boulton.

Ele encerrou a palestra ressaltando a importância da prevenção do pé diabético, bem como da progressão da doença. Outro ponto destacado foi a importância de colocar uma equipe multidisciplinar à disposição do paciente, para educá-lo e assessorá-lo.

cbaem 2019