Diretrizes da SBEM

relogio 06/06/2011 - 10:02
Consideradas importantes aliadas dos profissionais de saúde na hora de tomadas de decisões clínicas, as diretrizes médicas da SBEM estão disponibilizadas gratuitamente no site do Projeto Diretrizes, da Associação Médica Brasileira, AMB. Na página, onde a SBEM é uma das sociedades médicas que mais contribui na atualização e elaboração de diretrizes, podem ser encontrados direcionamentos em diversas áreas da Endocrinologia.

De acordo com Dr. Josivan Lima, um dos representantes da SBEM no projeto, a ação é muito importante, pois disponibiliza o que há de mais atualizado em vários temas clínicos, abordando principalmente diagnóstico e tratamento.

"Os autores, indicados pelas sociedades, fazem uma varredura dos trabalhos científicos publicados recentemente, classificando-os de acordo com a relevância, de modo a sugerir as condutas diagnósticas e terapêuticas baseadas na melhor evidência disponível naquele momento. Ganha o médico que, com uma breve leitura do tema escolhido já acessa os melhores trabalhos existentes, e ganha o paciente que receberá os cuidados médicos mais atualizados", opina.

Dr. Josivan conta que começou a participar do projeto em 2004, após um curso oferecido pela Associação Médica Brasileira (AMB). "Desde aquele momento, a SBEM já tinha uma participação expressiva na redação das diretrizes das áreas endocrinológicas e afins. Cada vez mais, a SBEM procura estimular a atualização contínua de diretrizes já confeccionadas, bem como inicia novas diretrizes de acordo com as demandas que vão surgindo. Recentemente, realizamos a diretriz de tratamento medicamentoso da obesidade que em muito tem nos ajudado a tomar decisões diante da Anvisa. Tudo isso faz parte de um objetivo comum da SBEM de manter seus associados em constante atualização", explica.

Mesmo tendo um grande número de diretrizes publicadas, Dr. Josivan acha que ainda existem muitos temas em aberto que devem ser abordados futuramente. "A SBEM, juntamente com suas sociedades irmãs (Abeso, SBD) e AMB, está atenta para esta lacuna que ainda existe e pretende confeccionar cada vez mais diretrizes, sem, entretanto, esquecer de manter as atualizações das que já foram publicadas", avisa.