Diabetes 2011 - Programa Step by Step

relogio 20/10/2011 - 11:30 Notícias

Com sala lotada, foi realizada, na manhã desta quinta-feira, 20 de outubro, a Reunião do GLEPED / SACA-IDF - com a proposta de inserção na América Latina do programa Step by Step.

O primeiro a falar foi o argentino Dr. Daniel Braver, apresentando uma visão geral sobre a questão do pé diabético na América Latina, com dados e estatísticas. “Os especialistas precisam entender que pé diabético não é sinônimo de amputação”, afirmou.  

Em seguida, a norte-americana Dra. Linda Lehman falou sobre as aplicações em hanseníase que poderiam ser adaptadas para o diabetes. “É importante que os pacientes conheçam os tipos de calçados que podem usar e como adaptá-los para evitar maiorem complicações”, disse.  

Já o inglês Anthony Nicholl falou sobre o desenvolvimento de monofilamentos e a importância no tratamento do pé diabético.

Última a falar, a Dra. Hermelinda Pedrosa apresentou dados nacionais e internacionais do pé diabético. De acordo com a especialista, nos países desenvolvidos, uma em cada seis pessoas com diabetes terá a complicação, sendo que, a cada minuto, ocorrem três amputações. “O Step by Step é um programa internacional, baseado num modelo brasileiro, que tem como objetivo diminuir esses números; criar uma maior consciência sobre os problemas do pé nos países em desenvolvimento; facilitar as cascatas de informação aos profissionais de saúde; e dar às pessoas o poder de ser autocuidarem e evitarem complicações”, afirmou.

A endocrinologista explicou, ainda, qual seriam as etapas de implantação do programa. “Vemos dois cenários de implantação: um curso básico e outro avançado. Precisamos identificar locais de aplicação para os cursos, garantir o suporte nacional e internacional IDF e ALAD, paralelamente à sociedade de diabetes nacional, além de garantir o suporte científico e a coleta de dados”, disse.

Após as palestras, os especialistas ficaram de marcar uma nova reunião para ser definida uma carta de intenção para implantação do projeto.

 

cbaem 2019