Dia do Endocrinologista

relogio 23/11/2016 - 11:15 datas importantes

O dia 22 de novembro foi uma data importante para a SBEM em 2016. Nesta terça-feira foi realizada a Audiência Pública, em Brasília, para apresentar as propostas finais de criação do Dia Nacional do Endocrinologista. A reunião aconteceu no Plenário 7 do Anexo II, da Câmara dos Deputados, na sessão da Comissão de Seguridade Social e Família. O primeiro passo para uma conquista.

O projeto foi criado pelo deputado Jorginho Mello. O requerimento nº 344 foi feito pela Deputada Carmen Zanotto e subscrito pelos Deputados Leandre, Mandetta, Hiran Gonçalves, Geraldo Resende, Raquel Muniz, Silas Freire, Dulce Miranda, Zenaide Maia e Raimundo Gomes de Matos. O Dr. Rodrigo Moreira, membro da Diretoria da SBEM Nacional, apresentou os argumentos sobre a importância da data, complementada pelo Dr. Neuton, da SBEM-DF e membro da diretoria da SBEM 2017-2018.
 
Na foto, Rodrigo Moreira (SBEM Nacional), Neuton Dornelas (SBEM DF), Tatiana Chiara Costa Guerra Bezerra (Presidente Eleita para a SBEM DF - Biênio 2017/2018) e Ana Maria Alves Timan (membro da diretoria da SBEM DF - Biênio 2017/2018). 

Início dos Trabalhos

A audiência começou com o pronunciamento da deputada Carmem Zanotto. Em seguida, o Dr. Rodrigo Moreira falou sobre o papel deste profissional na sociedade e explicou o porquê da escolha do dia 1° de setembro como o Dia do Endocrinologista. “A escolha foi feita por ser a data da criação da Sociedade Brasileira de Endocrinologia do Rio de Janeiro, que posteriormente tornou-se a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.”

O especialista ainda destacou que a data proposta foi feita para valorizar e reconhecer  uma especialidade médica que trata de algumas das principais doenças do milênio. “A endocrinologia está presente na vida da maioria dos brasileiros do nascimento até a sua morte. A data contribuirá para divulgar o endocrinologista como especialista em hormônios, visando ajudar o governo na promoção de saúde e no alerta à população sobre os abusos cometidos dentro de nossa área de atuação”, disse.

Complementando, o Dr. Neuton Dornelas afirmou que as questões em relação à implementação do Dia Nacional do Endocrinologista têm características semelhantes às atribuições da própria Comissão de Seguridade Social. “As atribuições dessa Comissão são parecidas com que julgamos importante para a função do endocrinologista. Ambas prezam por promover ações de saúde pública importantes para a população e controle de alimentos e medicamentos.”

Além disso, o médico enfatizou também a importância de coibir que profissionais não qualificados exerçam a função. “Além disso, poderemos ampliar campanhas específicas, de acordo com cada região. O reconhecimento da data permitirá a valorização do profissional com formação e qualificação, impedindo a propagação de falsos especialistas no país”, finalizou.

Continuidade 

A deputada Carmem Zanotto encerrou a sessão desejando a continuidade do processo. "Já foram feitas várias iniciativas em 2009 que não prosperaram. Esperamos que com este coletivo da  Comissão de Seguridade Social e Família, a partir da relatoria do projeto de lei apresentado pelo Deputado Jorginho Melo, seja possível avançar para instituirmos o Dia do Endocrinologista", finalizou.

Para o Dr. Ricardo Meirelles, presidente da Comissão de Comunicação Social e ex-presidente da SBEM, é um passo importante. "No momento em que tantas categorias profissionais têm seu dia comemorativo oficial, não é razoável que o Endocrinologista, responsável pela duas maiores epidemias não infecciosas mundiais, obesidade e diabetes, não tenha sua data. Também será importante para divulgar para a população o papel do Endocrinologista na Medicina, com todas as suas demais áreas de atividade, ainda desconhecidas de muitos."
 
Leia também:
 
 
EMBE 2019
Universidade online SBEM