Desconhecimento da População sobre Dislipidemia na Infância

relogio 12/09/2019 - 15:01 Dislipidemia e Aterosclerose

Será que a população sabe dos riscos e cuidados em relação à dislipidemia na infância? Para a Dra. Cynthia Valério, presidente do Departamento de Dislipidemia e Aterosclerose da SBEM Nacional, esse era um questionamento importante, que poderia direcionar as campanhas públicas e rastreamento da doença. 

Por isso, durante a última campanha pelo Dia Nacional de Combate ao Colesterol, foi realizado um levantamento - no período de 5 a 25 de agosto - em diversos estados brasileiros, através de um trabalho em conjunto com as Regionais da SBEM.

O público-alvo para responder os questionários foram os adultos, com filhos entre 2 e 18 anos, que eram abordados pelos profissionais de saúde em hospitais, ambulatórios, escolas e praças, durante as atividades da Campanha.

De acordo com a endocrinologista, os resultados foram surpreendentes. “Durante a campanha tivemos uma grande adesão dos Estados. Alguns com uma maior participação, totalizando 1.364 pessoas abordadas”, pontuou. Os dados foram informados durante a realização de um webmeeting da SBEM, de acesso restrito aos associados da SBEM.

A maioria dos participantes era do sexo feminino, com média de idade de 41 anos. Em relação à faixa etária das crianças, o Departamento optou por uma divisão dos questionários em grupos. O grupo 1 era de crianças entre 2 a 8 anos; o grupo 2, de 9 a 11 anos; e o grupos 3 de 12 a 18 anos. As perguntas da pesquisa incluíam também o histórico familiar.

Cynthia Valerio


Ao final do levantamento, foi identificada uma deficiência significativa de conhecimento por parte da sociedade sobre a doença. "A falta de informação sobre dislipidemia infantil é um problema real. Até 25,3% dos indivíduos desconhecem a sua existência. A falha do screening de 24%, observada em grandes centros, aponta problemas no rastreamento da dislipidemia infantil na população e a importância da atuação do pediatra/endocrinologista para a reversão deste quadro", concluiu a Dra. Cynthia. (foto Celso Pupo/SBEM/DC Press).

Confira alguns gráficos da pesquisa.

pesquisa colesterol

pesquisa colesterol

pesquisa colesterol

Pro Endocrino setembro 2019
Universidade online SBEM