Chapa Candidata Eleições 2021

Institucional

Chapa Candidata Eleições 2021

por site em 15 de abril de 2021


De 24 de agosto a 4 de setembro acontecem as eleições para a Diretoria da SBEM Nacional, gestão 2021/2022. Vejam os componentes e as propostas da chapa candidata.

Arquivo em PDF com as informações sobre a chapa candidata

Prezado Associado SBEM

Apresentamos a Chapa MAIS SBEM que concorre à Gestão 2021-2022 da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).

Nosso slogan “Modernizar para Avançar, Inovar para Somar” foi escolhido para transmitir os pilares principais que devem orientar nossa atuação à frente da SBEM. Com um olhar mais atento, você perceberá que a composição da nossa chapa representa as diferentes vertentes que formam nossa entidade. Ela mescla jovens lideranças com colegas de grande experiência administrativa, conjuga vivência acadêmica com prática profissional e integra as regionais dos quatro cantos do nosso imenso país.

A pandemia da COVID-19 trouxe novos desafios e lições importantes. Talvez a mais óbvia seja a de que o mundo virtual irá ocupar um papel central nas relações humanas e nos modelos gerenciais, facilitando a integração entre as pessoas, especialmente em países de tamanho continental como o nosso. O lema “modernizar para avançar” traduz nosso desejo de apresentar um plano estratégico que promova as mudanças legais necessárias e adapte as ferramentas de gestão da SBEM, preparando-a para essa nova realidade.

Queremos também “inovar para somar” com estratégias que incentivem os endocrinologistas (especialmente aqueles em início de carreira) a se associarem e se engajarem nas atividades associativas. A busca de uma representatividade e envolvimento cada vez maior dos associados será parte essencial da nossa filosofia de trabalho. Nesse sentido, nossas metas são atualizar o cadastro dos sócios da SBEM, criar a Comissão Temporária de Diversidade, Equidade e Inclusão, e constituir um serviço de ouvidoria. Desejamos manter e ampliar a participação da SBEM em projetos de interesse comum com entidades nacionais e internacionais representativas da nossa especialidade. Inovar para somar também expressa nosso desejo de ter uma SBEM cada vez mais forte e unida, onde os preceitos e objetivos institucionais estejam sempre à frente de interesses particulares.

Pretendemos continuar e ampliar o esplêndido trabalho realizado pelas últimas gestões da SBEM, que tem se caracterizado pela transparência administrativa, seriedade fiscal, comportamento ético, comprometimento com a ciência e a Medicina baseada em evidências, apoio aos projetos de educação médica e de informação pública, e ampla divulgação dos avanços e conquistas decorrente do trabalho de endocrinologistas e pesquisadores brasileiros. Seguiremos na busca de ações que fortaleçam nossa revista oficial e permitam que seu fator de impacto continue ascendendo.

Sua participação no processo eleitoral que ocorrerá on-line entre os dias 24 de agosto e 4 de setembro é de fundamental importância para a SBEM. Contamos com seu apoio!

CHAPA MAIS SBEM

Presidente: CESAR LUIZ BOGUSZEWSKI

Cesar Luiz Boguszewski formou-se em Medicina na Universidade Federal do Paraná (Curitiba, Brasil) em 1987, e no Hospital de Clínicas da mesma instituição concluiu sua formação nos Programas de Residência Médica em Clínica Médica e Endocrinologia e Metabologia. Em 1990 obteve o Título de Especialista em Endocrinologia e Metabologia pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). Em 1993 obteve seu título de Mestre pelo Programa de Pós- Graduação em Medicina Interna da Universidade Federal do Paraná, sob orientação dos professores Hans Graf e Doris Rosenthal. Entre 1993 e 1997, trabalhou no Research Center for Endocrinology and Metabolism (RCEM) do Hospital Sahlgrenska, Universidade de Gotemburgo, Suécia, onde obteve seu título de Doutor (PhD) em Endocrinologia em 1997, orientado pela professora Lena Carlsson. Atualmente é Professor Associado IV da Disciplina de Endocrinologia e Metabologia do Departamento de Clínica Médica, Coordenador da Unidade de Neuroendocrinologia do Serviço de Endocrinologia e Metabologia do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (SEMPR) e líder do grupo de pesquisa SEMPR no CNPq. Foi Vice-Chefe do Departamento  de Clínica Médica da Universidade Federal do Paraná entre 2007-2011 e Chefe do SEMPR entre 2005-2014. Orientou doze dissertações de Mestrado e cinco teses de Doutorado já concluídas.

Na SBEM ocupou vários cargos na regional do Paraná, tendo sido Presidente da SBEM-PR no  biênio 2003-2004. Na SBEM Nacional, foi Presidente do Departamento de Neuroendocrinologia entre 2001-2004, onde também serviu em várias Diretorias e atuou como Presidente da Comissão Organizadora do SINE em 1999 e da Comissão Científica em 2006. Foi membro representante da SBEM no International Scholarship Program da Endocrine Society entre 2003-2007, fez parte da Comissão do Título de Especialista em Endocrinologia e Metabologia (TEEM) entre 2010-2016, e Presidente da Comissão Internacional entre 2012-2018. Foi Presidente da Comissão Executiva do 31º Congresso Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia (CBEM 2014) realizado em Curitiba, e Presidente da Comissão Científica do Congresso Brasileiro de Atualização em Endocrinologia e Metabologia (CBAEM 2019) realizado em Florianópolis. Atualmente é Vice-Presidente da SBEM Nacional e Presidente da Comissão Científica do 34º Congresso Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia (CBEM) que será realizado em Brasília em 2020.

No âmbito internacional, integrou vários Comitês e Forças-Tarefas da Endocrine Society, instituição em que ocupou o cargo de Diretor entre 2017-2020. Foi Diretor da Pituitary Society entre 2014- 2017. Atua como Editor Associado para América Latina do European Journal of Endocrinology desde 2013 e colabora – ou colaborou – nos conselhos editoriais das revistas Current Opinion in Endocrine and Metabolic Research, Endocrine, Journal of Clinical Investigation, Frontiers in Endocrinology e Archives of Endocrinology and Metabolism. Suas principais áreas de pesquisa são doenças hipofisárias, regulação neuroendócrina da obesidade e metabolismo ósseo, contando com 110 artigos indexados no PubMed, índice h 24 (Scopus) e 31 (Google Scholar), 12 capítulos de livros, co-autoria do livro “Hipófise: uma glândula fundamental em Endocrinologia” e autoria do livro “SEMPR: memórias de um projeto acadêmico”.

Vice-Presidente: PAULO AUGUSTO CARVALHO MIRANDA

Paulo Augusto Carvalho Miranda formou-se em Medicina na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em 2000. Seguiu sua formação no Programa de Residência em Clínica Médica da Santa Casa de Belo Horizonte, instituição onde também cursou a Especialização em Endocrinologia e Metabologia finalizada no ano de 2003. Neste mesmo ano obteve os Títulos de Especialista em Endocrinologia e Metabologia pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e em Clínica Médica pela Sociedade Brasileira de Clínica Médica (SBCM). Obteve o Título de Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG no ano de 2006 e de Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Saúde do Adulto na mesma instituição em 2012, ambos sob a orientação do Prof. Dr. Antônio Ribeiro de Oliveira Junior. É Assistente Efetivo da Clínica de Endocrinologia e Metabologia da Santa Casa de Belo Horizonte, onde coordena os ambulatórios de PNAR – Endocrinológico e de Neuroendocrinologia desde o ano de 2004.  Professor Adjunto do Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH), onde foi Coordenador Acadêmico do Curso de Medicina nos anos de 2015 a 2018, atuando hoje na Disciplina de Endocrinologia e coordenando os Internatos de Clínica Médica e Complementar. É Coordenador do Serviço de Endocrinologia e Metabologia na Rede Mater Dei de Saúde.

Atua como orientador do programa de Monitoria da Disciplina de Endocrinologia do Curso de Medicina do UniBH. Orientou diversos trabalhos acadêmicos e Trabalhos de Conclusão de Curso do Programa de Residência/Especialização em Endocrinologia da Santa Casa de Belo Horizonte. Conta com 20 artigos e 07 capítulos de livros publicados.

Sócio Titular da SBEM desde o ano de 2003. Foi membro da Diretoria da Regional Minas Gerais da SBEM entre os anos 2007 e 2016, exercendo o cargo de Presidente nas Gestões 2011/12 e 2013/14. Na SBEM Nacional foi membro da Diretoria do Departamento de Neuroendocrinologia em duas gestões e membro da Comissão Executiva do Simpósio Internacional de Neuroendocrinologia em 2012. Presidente da Comissão Executiva do 33º Congresso Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia (CBEM 2018) realizado em Belo Horizonte. Membro da Diretoria da SBEM Nacional na Gestão 2017/18 como Secretário Executivo e da Gestão 2019/20 onde exerce o cargo de Tesoureiro Geral. Atua como representante da SBEM na Federação Latino Americana de Endocrinologia (FELAEN).

Secretário-Executivo: NEUTON DORNELAS GOMES

Neuton Dornelas Gomes formou-se em Medicina na Universidade de Brasília (UnB) em janeiro de 1993. Concluiu sua formação nos Programas de Residência Médica em Clínica Médica no Hospital Universitário de Brasília (HUB) em 1993-1994 e em Endocrinologia e Metabologia no Hospital de Base do Distrito Federal em 1995-1996. Obteve o Título de Especialista em Endocrinologia e Metabologia pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) em 1996 no Congresso Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia (CBEM) de Salvador. Tem MBA em Gestão Empresarial em Saúde em 1998. Tenente-Coronel Médico da Reserva, fez carreira militar no Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal entre 1997 e fevereiro de 2018 e atuou na Policlínica Médica, da qual foi administrador entre 2016 e 2017, e onde coordenou por 5 anos o Programa de Educação Continuada / Capacitação dos profissionais de saúde.

Sócio Titular da SBEM desde o ano de 1996. Foi Presidente da Regional Distrito Federal da SBEM nos biênios 2007/08 e 2009/10 e 2015/16. Presidiu 2 edições do Congresso de Endocrinologia e Metabologia Regional Centro-Oeste (2010 e 2016). Na SBEM Nacional foi membro da Comissão de Ética e Defesa Profissional (CEDP) 2011/16. Atual Presidente da Comissão de Defesa de Assuntos Profissionais (CDAP) desde agosto de 2018. Membro da Diretoria da SBEM Nacional na Gestão 2017/18 como Secretário Executivo Adjunto e da Gestão 2019/20 onde exerce o cargo de Secretário Executivo. Atua como representante da SBEM no Instituto Brasil de Medicina (IBDM). Presidente da Comissão Executiva do 34º Congresso Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia (CBEM 2020) a ser realizado em Brasília-DF entre os dias 28 de novembro e 05 de dezembro.

Secretária-Executiva Adjunta: LARISSA GARCIA GOMES

Larissa Garcia Gomes formou-se em Medicina na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) em 2001. Seguiu sua formação nos Programas de Residência em Clinica Médica (2001-2002), e em Endocrinologia e Metabologia (2003-2004), no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Em 2005 obteve o Título de Especialista em Endocrinologia e Metabologia pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). Obteve o Título de Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Endocrinologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em 2009, após período de Doutorado Sanduiche na Universidade da California, São Francisco (UCSF) (2006-2008), sob orientação da professora Tania S. S. Bachega

(FMUSP) e Walter L. Miller (UCSF). Finalizou Pós-Doutorado no Programa de Clínica Médica em 2019, também sob orientação da professora Tania S. S. Bachega. Desde 2010 é Médica Assistente da Disciplina de Endocrinologia do Hospital das Clínicas, e Pesquisadora do Laboratório de Hormônios e Biologia Molecular (LIM 42) da FMUSP, sendo líder de pesquisa em Doenças Hiperandrogênicas. Recebeu o segundo auxílio de projeto de pesquisa individual FAPESP,  aprovado em 2020. Apresenta duas teses de Doutorado em andamento sob sua orientação.

Na SBEM, é membro da Diretoria da Regional São Paulo desde 2015. Foi membro da Comissão Executiva do Congresso Paulista de Endocrinologia e Metabologia 2019. Na SBEM Nacional, é membro do Departamento de Endocrinologia Feminina e Andrologia (DEFA) desde 2017.

No âmbito internacional, integra desde 2020 o Trainee and Career Development Core Committee do Endocrine Society. No ano de 2018, estabeleceu uma colaboração internacional entre a Universidade de São Paulo e a Universidade de Birmingham, junto a pesquisadora Wiebke Arlt, com pesquisa em Síndrome dos Ovários Policístico e dosagens de esteroides. Suas principais áreas de pesquisa são Síndrome dos Ovários Policísticos, Hiperplasia Adrenal Congênita e Hiperandrogenismo Pós-Menopausa, conta com 27 artigos indexados no Pubmed, índice h 12, 10 capítulos de livros, além de apresentação de diversos trabalhos científicos em eventos nacionais e internacionais.

Tesoureiro-Geral Adjunto: WELLINGTON SANTANA DA SILVA JÚNIOR

Wellington Santana da Silva Júnior formou-se em Medicina na Universidade Federal do Maranhão (UFMA) em 2007. Concluiu os Programas de Residência Médica em Clínica Médica no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás em 2011, e em Endocrinologia e Metabologia no Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia Luiz Capriglione (IEDE) em 2013. No ano seguinte, obteve o Título de Especialista em Endocrinologia e Metabologia pela SBEM. Trabalhou no Serviço de Diabetes do IEDE de 2014 a 2016, onde atuou como preceptor do Programa de Residência Médica em Endocrinologia e Metabologia da instituição. Em seu último ano no IEDE, foi eleito Patrono da turma de Especialistas em Endocrinologia e Metabologia. Em 2017, obteve o Título de Doutor em Ciências pelo Programa de Pós-graduação em Fisiopatologia Clínica e Experimental da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (FISCLINEX-UERJ, Capes 7), orientado pelo Prof. Dr. Luiz Guilherme Kraemer Aguiar. A sua tese teve como tema as relações entre a enzima dipeptidil peptidase 4 e a reatividade microvascular em pacientes com diferentes perfis de tolerância à glicose. No mesmo ano, iniciou a carreira de docente do Curso de Medicina da UFMA, onde é Professor Adjunto da Disciplina de Endocrinologia e Coordenador da Liga Acadêmica de Diabetes e Obesidade (LADO-PHO). Suas principais áreas de pesquisa são a enzima DPP4, o diabetes e a síndrome metabólica, contando com 12 artigos indexados no PubMed, 187 citações (Google Scholar), 2 livros organizados e 9 capítulos de livros. Em 2009, recebeu o “Prêmio Arquivos Brasileiros de Cardiologia (ABC) de Publicação Científica” da Sociedade Brasileira de Cardiologia pelo seu artigo sobre cirurgia bariátrica e síndrome metabólica.

Destaca-se o seu trabalho na área social, como membro fundador da Associação Maranhense de Diabetes Tipo 1 (AMAD-1), projeto pelo qual foi premiado no Programa “Millenium Dreamers” da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) em 2000, em cerimônia realizada na Flórida, EUA. Atualmente, é membro dos Departamentos de Diabetes Tipo 1 no Adulto e de Diabetes, Exercício e Esporte da Sociedade Brasileira de Diabetes. Na SBEM Nacional, está concluindo o mandato de Presidente da Comissão de Valorização de Novas Lideranças no biênio 2019-2020.