CBAEM/COPEM: Os Perigos do Bisfenol A

relogio 25/08/2011 - 13:56 Congresso Nacional

Usado em grande parte da produção de plástico, o Bisfenol A (BPA), é um composto utilizado na fabricação de polibicarbonato. Além do plástico, o BPA também está presente na resina epóxi, presente na fabricação do revestimento de latas que armazenam alimentos, evitando a ferrugem e a contaminação externa.

A campanha “Diga não ao bisfenol A, a vida não tem plano B” criada pelo GTDE (Grupo de Trabalho em Desreguladores Endócrinos) em 2010, da SBEM-SP, tem o intuito de divulgar informações sobre o tema para a classe média, governo, indústria e comunidade. O objetivo da ação é banir o BPA de produtos infantis e de embalagens de alimentos, até que haja evidências de que o bisfenol A não é nocivo a saúde.

Estudos dizem que, quando a substância entra em contato com o organismo, principalmente antes do nascimento, pode afetar o sistema endócrino alterando a ação de hormônios produzidos pelo corpo, trazendo danos a saúde, como, infertilidade, modificações do desenvolvimento de órgãos sexuais internos, endometriose e câncer. Segundo as pesquisas, a contaminação é mais prejudicial nas fases de desenvolvimento do organismo, com isso, a ingestão do BPA deve ser evitada, especialmente, por gestantes, crianças e adolescentes.

Confira algumas formas de evitar a exposição do Bisfenol A:
•    Use mamadeiras e utensílios de vidro ou BPA Free para os bebês
•    Jamais esquente no microondas bebidas e alimentos acondicionados no plástico. O bisfenol A é liberado em maiores quantidades quando o plástico é aquecido.
•    Evitar levar ao freezer alimentos e bebidas acondicionadas no plástico. A liberação do composto também é mais intenso quando há um resfriamento do plástico.
•    Evite pratos, copos e outros utensílios de plástico. Opte pelo vidro, porcelana e aço inoxidável na hora de armazenar bebidas e alimentos.
•    Descarte utensílios de plástico lascados ou arranhados. Evite lavá-los com detergentes fortes ou colocá-los na máquina de lavar louças.
•    Caso utilize embalagens plásticas para acondicionar alimentos ou bebidas, evite aquelas que tenham os símbolos de reciclagem com números 3 e 7 no seu interior e na parte posterior da embalagem. Eles indicam que a embalagem contem ou pode conter o BPA na sua composição.

Leia mais:

 

Pro Endocrino setembro 2019
Universidade online SBEM