Dia mundial do diabetes 2014
Carregando

Onda de Calor

Por Pablo de Moraes

Dados divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) mostram que o mês de fevereiro, até agora, já pode ser considerado o mais quente dos últimos 50 anos. Para se ter uma idéia, a cidade do Rio de Janeiro (RJ) foi a segunda cidade mais quente do mundo, na tarde do dia 9 de fevereiro, atrás apenas de Ada, cidade do leste de Gana (África). O cálculo indica que a sensação térmica na capital fluminense foi de quase 50 graus Celsius.

A onda de calor também atingiu a cidade de São Vicente, no litoral paulista. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o número de óbitos por causa das altas temperaturas na cidade entre domingo e terça-feira chegou a 24 pessoas. Os pacientes tinham entre 60 a 97 anos, e sofriam de hipertensão, diabetes, cardiopatias e problemas renais.


Termômetros marcam 46 graus na Zona Sul do Rio de Janeiro

 

Os Cuidados
 
Calçados e roupas leves, não sair em horários de sol muito forte, evitar lugares abafados e usar sempre protetor solar são algumas dicas que ajudam a enfrentar o verão de maneira mais saudável. Para o Dr. Ivan Ferraz, endocrinologista e membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Diabetes, as pessoas em geral e, principalmente as portadoras de doenças crônicas como o diabetes, devem tomar algumas precauções, entre elas, a hidratação.
 
“Com o calor excessivo, perdemos muito líquido pela transpiração, por isso devemos beber muita água durante todo o dia, principalmente os idosos, que esquecem de se hidratar”, afirma. “Pessoas com diabetes devem tomar cuidado com sucos naturais e, principalmente, com a água de coco. Embora ela tenha um grande poder de hidratação, por conter frutose, pode alterar a glicemia. O ideal é um coco ou 1 copo por dia”, alerta o endocrinologista.
 
A alimentação também deve ser feita com cautela. “As pessoas com diabetes devem respeitar os horários das refeições e realizar constantes medições de glicemia. Como é uma época em que se consome mais saladas, os hipertensos devem evitar o sal extra no tempero”, completa Dr. Ivan. “A cautela, para um verão saudável, é fundamental”.

 

comments powered by Disqus

Saiba Mais