CBEM 2016
Carregando

Atividade Física: Essencial

Cristina Dissat

A atividade física é considerada pelos especialistas como um item fundamental, indicada na prevenção como para o tratamento de diversas doenças, inclusive as endócrinas, como obesidade, diabetes, osteporose, menopausa, andropausa, etc.

E pelo visto, cariocas e turistas resolveram adotar, nesse fim de semana, um dia para se mexer e cuidar da saúde. Parecia que boa parte do Rio de Janeiro estava na orla, do Recreio ao Aterro do Flamengo, participando da Maratona do Rio. Foram cerca de 14.500 pessoas inscritas, que reuniu, além da Maratona, a Meia-Maratona e a Family Run.

Entre anônimos e famosos, estava a vocalista do Kid Abella, Paula Toller, que foi diagnosticada com diabetes em fevereiro deste ano. Paula estava animada com a participação na Maratona do Rio e com a sua performance no percurso. “Sempre tive o hábito de praticar exercícios, mas era sem planejamento. Depois do casamento intensifiquei para manter a forma aeróbica e a capacidade pulmonar, por causa dos shows. Por isso, continuar praticando uma atividade física, depois de saber que tinha diabetes, não foi difícil”, comenta a cantora.

Paula Toller, Disciplinada e Melhor Preparada

Ela disse que o diagnóstico de diabetes mudou conceitualmente a vida, mas que, atualmente, ela se considera melhor preparada fisicamente do que antes. Paula Toller diz que sempre gostou de ser disciplinada, com tudo o que faz. “Não penso que mudanças como exercitar diariamente e passar a outro ritmo de vida são coisas chatas, muito pelo contrário. É preciso acabar o mistério e se assumir, mostrando que estou muito bem. É lógico que preferia não ter diabetes, mas não me sinto infeliz ou que a vida não foi legal comigo. Tudo é administrável”.

A cantora explicou que precisou aprender tudo muito rápido e por não ter tido complicações isso foi mais um estímulo para manter o tratamento em ordem. Paula Toller falou com muita desenvoltura sobre contagem de carboidratos e aplicação de insulina. “Muita coisa aprendi com meu amigo Dado, que me deu a maior força”. Paula se referiu ao ex-guitarista do grupo Legião Urbana, Dado Vila Lobos, atualmente com carreira solo de músico e cantor. Ele também participou da Maratona do Rio e confirmou a facilidade da Paula Toller em aprender tudo muito rápido. “Ela é muito disciplinada e foi fácil”.

Na foto, a médica de Paula, Dra. Solange Travassos; Dado Vila Lobos e Paula Toller.

Solange Travassos, Dado Vila Lobos e Paula Toller

A participação de Paula Toller e a simpatia com que conversou e falou sobre diabetes é um estímulo a todos os pacientes para não fugirem do problema e encararem o diabetes sob um outro ângulo.

Perdendo Peso

No grupo de pessoas com diabetes, vale também um elogio a Marcelo Neves, com diabetes tipo 2. Ele fez questão de mencionar que desde outubro do ano passado passou a incluir as corridas no seu dia-a-dia. Ele tem – além de todo o acompanhamento do endocrinologista -, um personal trainer que programa as atividades. A Maratona do Rio foi a primeira participação em corridas oficiais. O ponto positivo foi que de outubro até agora ele perdeu 45 quilos e mantem em sua rotina 8 quilômetros de corrida por dia. “Agora tudo está melhorando”.

Marcelo, logo depois que participou da Maratona.

Marcelo Neves

Na foto, a seguir, parte do grupo de pacientes diabéticos que participou da Family Run (na Maratona do Rio) 

Grupo de diabéticos que participou da Maratona do Rio

Saiba Mais